Representantes do SINTTEL participam de audiência pública contra terceirização e o PL 4330

15/05/2015


A presidente do SINTTEL, Sindicatp dps Trabalhadores em Telecomunicações de Sergipe, De lideranças sindicais a auditores fiscais, de parlamentares a juristas, nenhum dos presentes mostrou ter dúvidas sobre a relação entre trabalho terceirizado e piores condições trabalhistas.Iaraci Maria Silva, junto com diretores de outros sindicatos filiados à Fittel, Federação Interestadual dos Trabalhadores em Telecomunicações, participaram na última quinta (14/5) de uma audiência pública “Terceirização: revogação da Lei Áurea e fortalecimento do trabalho escravo”, no Senado Federal.

De lideranças sindicais a auditores fiscais, de parlamentares a juristas, nenhum dos presentes mostrou ter dúvidas sobre a relação entre trabalho terceirizado e piores condições trabalhistas.

Diante do auditório Petrônio Portela lotado, o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, alertou para os prejuízos que a terceirização sem limites, como prevê o projeto de lei 4330 aprovado pela Câmara e que agora tramita no Senado como PLC 30, trará ao país.

Vagner entrega projeto ao senador Paim (Foto: Guina Ferraz)
Vagner entrega projeto ao senador Paim (Foto: Guina Ferraz)
Como exemplo do cenário que pode estar por vir, o dirigente citou o caso da Coca-Cola de Sorocaba, que demitiu 217 trabalhadores após terceirizar o setor de distribuição e entrega. A situação só não ficou pior porque o Sindicato dos Rodoviários da Região acionou a Justiça e derrubou o mandado de segurança que impedia a reintegração dos demitidos.

Para Vagner, o antídoto ao projeto é a mobilização e o dirigente
Iaraci Maria Silva, junto com diretores de outros sindicatos filiados à Fittel aproveitou a ocasião para convocar a sociedade a participar, em 29 de abril, do Dia de Paralisação Nacional que a CUT e parceiros dos movimentos sindical e sociais promoverão.

“Como não acho que exista vitória sem luta, convoco todos à greve, porque o empregador só entende uma linguagem: quando tira dinheiro do bolso. Não vamos trabalhar para que o Senado retifique a atrocidade que a Câmara cometeu”, afirmou.

 


Veja também

Petroleiros de todo país fazem greve geral nesta sexta (24)

Petroleiros de todo país fazem greve geral nesta sexta (24)

23/07/2015 - Paralisação é uma advertência contra desinvestimentos da Petrobras e repúdio ao projeto de Serra para entrega do pré-sal Escrito por: ...

SINTTEL-SE participa de ato nacional em defesa dos direitos trabalhistas

SINTTEL-SE participa de ato nacional em defesa dos direitos trabalhistas

13/06/2016 - No último dia 10/6 o SINTTEL-SE, representado por membros da diretoria e militantes do sindicato, participou do ato nacional "FORA TEME...

Estatuto da Juventude avança no reconhecimento legal do direito à comunicação no Brasil

Estatuto da Juventude avança no reconhecimento legal do direito à comunicação no Brasil

07/09/2013 - Para debater a efetivação dos artigos referentes à comunicação do Estatuto da Juventude, o Conjuve fará seminário nos próximos dias 26 e 27 ...

SINTTEL-SE participa do maior ato da história de Sergipe

SINTTEL-SE participa do maior ato da história de Sergipe

02/05/2017 - No dia 28 de abril, o Brasil parou contra as Reformas da Previdência e Trabalhista e as terceirizações. Todas as centrais sindicais se unira...