OS ACIONISTAS FATURAM. OS TRABALHADORES SE FERRAM!

25/11/2021

A Comissão Nacional de Negociação da Fitratelp - CNN FITRATELP/Oi informa aos trabalhadores e aos Sindicatos da base que, no dia 24 de novembro, tivemos a primeira reunião com a Oi para as negociações do Acordo Coletivo de Trabalho - ACT 2021/2022. Neste primeiro encontro ficou evidente que a empresa usará a mesma tática dos anos anteriores: chorar, chorar e depois, no apagar das luzes, oferecer migalhas à categoria. Na reunião, a empresa teve a cara de pau de oferecer 3,5% de reajuste salarial aos seus trabalhadores apenas em julho de 2022. 

 

A empresa ignorou a Pauta de Reivindicações da categoria. Uma covardia desmedida, pois somente o INPC do período da data-base atingiu a marca dos 11,08%. Somando os reajustes que não tivemos nos anos anteriores, o rombo no bolso do empregado já passa de 20%. A Oi quer matar de fome aqueles que são a sua base de sustentação: os trabalhadores. 

 

Por outro lado, os acionistas e detentores de altos salários na 01 estão rindo à toa, pois suas contas estão gordas às custas da dedicação e do profissionalismo dos empregados. Essa turma lá de cima é sempre privilegiada e não tem prejuízos, enquanto os trabalhadores se ferram e passam necessidades no dia a dia. Na hora de dar um reajuste digno ao trabalhador a empresa está em crise financeira, mas para pagar dividendos vultosos aos acionistas sempre sobra dinheiro. A FITRATELP, FITTEL e Sindicatos filiados ao longo de vários anos vêm denunciando os desmandos na Oi e, inclusive, alertando para o que poderia acontecer. 

 

A realidade financeira que a 01 enfrenta hoje é resultado das sucessivas gestões incompetentes e temerárias que tivemos no passado. Reafirmamos, mais uma vez, que os trabalhadores não são os culpados por esse desastre, pelo contrário, foram os únicos que vestiram a camisa da empresa para tirá-la do buraco. Mesmo assim, a recompensa que tivemos foi a implementação de um processo perverso de demissões em 2020 e 2021. Ao todo quase 4 mil pais de família que perderam seus empregos em plena pandemia da Covid-19. 

 

Com o desemprego crescente e a inflação fora de controle, devido à incompetência do governo Bolsonaro, imaginem o que os ex-empregados da Oi estão enfrentando ou vão enfrentar no futuro. Nada disso poderia estar acontecendo, se a empresa fosse bem administrada. Finalmente, pedimos aos guerreiros companheiros e companheiras que continuem na luta com o nosso SINTTEL-SE, para forçar a empresa a nos pagar o que temos por direito: As reposições salariais que não tivemos nos anos anteriores, mais o reajuste do INPC do período da data-base em 2021. Nós construímos esta empresa com muito suor e sacrifício e não vamos permitir que seremos as únicas vitimas desse processo perverso e desumano. A próxima reunião de negociação está agendada para o dia 3/12/2021.


Veja também

SINTTEL-SE realiza assembleia com trabalhadores da  Embratel/Claro

SINTTEL-SE realiza assembleia com trabalhadores da Embratel/Claro

09/08/2017 - O SINTTEL-SE convoca para o dia 9/8, a partir das 8h, na sede da entidade, uma Assembleia Geral com os trabalhadores e trabalhadoras da empr...

Brasília: lista dos/as selecionados/as para as oficinas

Brasília: lista dos/as selecionados/as para as oficinas

29/11/2013 - A Coordenação do Ciclo de Formação Mídia e Educação em Direitos Humanos divulga a lista de participantes selecionadas/os e já confirmados/as...

Grafite mostra história dos trabalhadores em Painel

Grafite mostra história dos trabalhadores em Painel

09/05/2015 -   http://www.cut.org.br/site/img/transparency_black_7.5.png) repeat;">Sindicato dos Metalúrgicos do ABCGrafiteiros de Diadema...

SINTTEL/SE realiza assembleia para prestação de contas

SINTTEL/SE realiza assembleia para prestação de contas

28/07/2021 - A Presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações, Telefonia Móvel, Centros de Atendim...